(81) 3222.5390
Em 26 de maio de 2021 - às 11:21

ArtFast comprova quitação das férias e salários dos gráficos dos últimos três meses

Dentro do prazo combinado com o Sindgraf-PE, que encerrou na última semana, a empresa apresentou o contracheque de 19 trabalhadores e o aviso de férias de nove gráficos, tudo devidamente assinado pelos próprios empregados. "Portanto, o Sindgraf-PE reforça para a necessidade e a obrigação do setor empresarial de seguir as regras, uma vez que a pandemia não isenta ninguém de suas responsabilidades", diz Iraquitan da Silva, presidente do Sindicato.

Na véspera do Dia do Trabalhador, o Sindicato da categoria se reuniu com o dono da ArtFast em reunião na Superintendência Federal do Trabalho em Pernambuco. Na pauta, havia dúvidas sobre o pagamento adequado do salário dos gráficos e a concessão e quitação das férias. Na ocasião, o empresário garantiu que tudo estava regular, sendo então solicitado do mesmo a comprovação através dos contracheques e dos avisos de férias assinados pelos trabalhadores. Como não estava com a documentação solicitada pelo Sindgraf-PE, foi definido um prazo de 20 dias para a sua apresentação e assim não deixar nenhuma dúvida.

 

Lidiane Araújo, diretora sindical que participou da reunião no órgão federal, confirma o recebimento dos contracheques de 19 trabalhadores dos meses de fevereiro, março e abril. Também diz que o Sindicato recebeu os avisos de férias de nove trabalhadores no respectivo período. Dessa forma, como todos esses documentos apresentados estão devidamente assinados pelos gráficos, o caso pode agora ser dado como encerrado, uma vez que a ArtFast demonstrou o fiel cumprimento da legislação trabalhista e a plena regularidade com as obrigações perante seus empregados.

 

O cumprimento aqui em questão diz respeito ao pagamento salarial e as férias dos trabalhadores. O pagamento do salário, por sua vez, além das regras da CLT (Lei Geral do Trabalho), também precisa seguir as cláusulas da Lei do Gráfico (Convenção Coletiva de Trabalho – CCT). Portanto, deve-se pagar o adiantamento quinzenal na ordem de 40% do valor do salário em até 15 dias antes do final, período no qual deve quitar os outros 60% da renda. Os contracheques demonstraram que tudo está sendo respeitado adequadamente.

 

“Portanto, o Sindgraf-PE reforça para a necessidade e a obrigação do setor empresarial de seguir as regras, uma vez que a pandemia não isenta ninguém de suas responsabilidades”, diz Iraquitan da Silva, presidente do Sindicato. Assim, diante de nossos questionamentos, a ArtFast acerta em provar que o salário e as férias estão de acordo com base na CLT e na Lei do Gráfico (Convenção Coletiva de Trabalho – CCT).

 

O Sindgraf-PE aproveita ainda para alertar o gráfico de todas as empresas a prestar muita atenção naquilo que assina na gráfica. Se assinar que recebeu algo sem isso ter acontecido, ou com a promessa de que vai receber, mas ainda não foi depositado, o que vale para a lei é a data do documento que foi assinado. Não assine papel em branco ou preenchido com data ou informação diferente da realidade, o prejudicado será só você, trabalhador”, finaliza Iraquitan. O Sindgraf-PE garante a luta em defesa da vida, emprego e renda do trabalhador. E o gráfico garante o sindicato através da participação e sindicalização. Nesta combinação, todos ganham. SINDICALIZE-SE!

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *