(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 23 de abril de 2018 - às 8:08

Basta de perder. A única opção da classe trabalhadora é ganhar

O que aconteceu conosco? Éramos tão felizes, apesar das dificuldades. Tínhamos empregos e melhor salário. Tínhamos condições de comprar, de estudar, de comer bem, de morar, até viajar. Mas as coisas no Brasil mudaram muito rápido. E continuam piorando. Querem acabar até com a aposentadoria. E enquanto o trabalhador fica cada vez mais pobre, o rico fica ainda mais rico, como ocorreu no tempo de FHC, onde o pobre só perdia e o rico só ganhava. E isso se repete agora depois que Temer junto de seus aliados políticos, os mesmos que muitos de nós votamos, receberam o estímulo do capital internacional para golpear a presidente Dilma, retirando-a do cargo, mesmo com voto da maioria dos brasileiros.

 

Infelizmente, não foi a 1ª vez que teve tal golpe no país. Ele sempre vêm  para frear o empoderamento dos trabalhadores às riquezas produzidas, com distribuição de renda, em direção ao Estado de Bem Estar Social. A história mostra isso. Desde que os gráficos promoveram a grande greve do 7 de fevereiro de 1923, onde garantiu melhores condições laborais, direitos coletivos, inclusive o direito de ter sindicato, os endinheirados do Brasil e do mundo já golpearam três vezes a Democracia brasileira.Tudo para controlar o avanço das políticas voltadas para o pobre trabalhador, como ocorria mais recentemente desde a chegada do presidente Lula.

 

O primeiro golpe foi em 1934, mesmo ano que foi criado o Sindgraf-PE e que o movimento sindical brasileiro crescia em prol dos trabalhadores. O então golpe freou o avanço do povo. E durou até 1945. A luta continuou. E outra vez quando o povo se organizava, até na política, em busca de melhorias sociais, os ricos do país e do mundo não deixaram o povo dar essa direção através da democracia do voto. Veio a Ditadura Militar em 1964. E ela durou até 1985. E agora em 2015, um ano após a eleição de Dilma, como Aécio e outros grupos políticos dos ricos não ganharam as eleições, foi dado o golpe através dos próprios deputados e senadores, através do impeachment. O pobre só não sabia que esse golpe foi nele, como já vê agora a mudança para pior, após a traição desses políticos.

 

E, agora, prenderam até Lula, mesmo sem provas, para ele não ganhar as eleições, o que pode trazer de volta suas políticas pró trabalhadores, como foi feita nos seus governos. Contudo, para que o golpe atual não tenha vida longa, como nos anteriores (1934-1945 e 1964-1985), é hora dos gráficos e demais profissionais aproveitarem a eleição de outubro. BASTA do pobre continuar PERDENDO. A única opção é GANHAR. É tempo de REVERTER O GOLPE nas urnas. E para isso, NÃO VOTE em quem TRAIU O POVO; em quem faz POLÍTICA DO ATRASO, como é a reforma trabalhista; que defende reforma previdenciária; e que congelou recursos em saúde e educação  por 20 anos. A única opção é ganhar!

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *