(81) 3222.5390 - 3221.3099

Memórias dos Gráficos

Há 120 anos surgia uma das primeiras organizações de trabalhadores no Brasil: os gráficos pernambucanos. O pontapé inicial foi dado através da criação da União Tipographica em 1891, no Recife. A iniciativa foi de Júlio Hacen e Antônio de Jesus. E até hoje, o legado da categoria continua firme, forte e atuante através da atuação do Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Gráficas de Pernambuco (SINDGRAF-PE). Neste espaço serão contadas algumas histórias marcantes desta categoria ao longo de sua história. O levantamento das memórias dos gráficos é resultado de parceria entre a categoria e o Departamento de Comunicação Social, da Universidade Federal de Pernambuco.

30 de outubro de 2017 - às 8:02
“O legado dos gráficos nos últimos 30 anos tem sido inclusive a unidade, organização e a luta em prol de tais direitos, sobretudo com acirramento maior quando contra alguns episódios de ataques maiores no período”, lembrou Iraquitan durante a assembleia da categoria na última semana. O dirigente realçou que até hoje todos os direitos se […]
14 de junho de 2011 - às 19:41
Uma experiência de mais de cem anos. Este é o resumo da organização dos trabalhadores gráficos em Pernambuco. Uma história interrompida quando o governo dos militares tomou conta do país entre 1964 e 1985. O presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Gráficos, Edvaldo Ratis, foi expulso do comando dosindicato, preso e torturado pelo Golpe […]
14 de junho de 2011 - às 19:38
No Sindicato dos Trabalhadores das Indústrias Gráficas de Pernambuco foi criado o Departamento Feminino. Elas se preocupavam em elevar o respectivo nível intelectual, social e profissional. As mulheres operárias e esposas de trabalhadores participavam ativamente da luta sindical na década de 1950. Elas colaboravam diretamente na busca e garantia dos direitos dos trabalhadores. A mulher […]