(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 7 de junho de 2019 - às 9:19

Da gráfica para o sindicato: não tem preço o gráfico estar seguro

Sindicalizados fortalecem política e economicamente o Sindgraf-PE para proteger a categoria a partir da unidade dos próprios gráficos e com sua contribuição simbólica

Quanto vale a conquista e a garantia do salário, direitos e das condições de trabalho dos gráficos? Não tem preço! Ainda mais na atualidade onde as medidas do governo ampliam a crise econômica e atacam direitos dos trabalhadores, como aposentadoria e até normas de saúde e segurança. É preciso se proteger desse mal real. Prevenir e melhor do que remediar. E cada gráfico pernambucano pode fazer isso se unindo no fortalecimento do seu guardião no estado, que é o Sindicato da categoria (Sindgraf-PE).

 

“Sindicalize-se! E contribua com um valor simbólico de 1,5% do salário. É pouco para fortalecer quem lhe defende sindicalmente e juridicamente de sua empresa. Proteja quem defenderá seus interesses na campanha salarial em breve. Faça as contas. Analise os benefícios de estar protegido. E juntem-se a nós. Agora é nós!” convinda toda a classe o novo secretário de Finanças e Administração do Sindgraf-PE, Evandro Tavares, sindicalizado há quase 18 anos, período em que trabalha como auxiliar de impressão e impressor júnior no Jornal Folha de Pernambuco.

 

Evandro reforça agora o time de diretores sindicais que agirá diariamente na construção dessa unidade dos gráficos do estado em torno da própria categoria através de um Sindgraf-PE fortalecido para proteção da classe. “Somente juntos nós gráficos poderemos ser fortes. Estou muito animado em puder contribuir na continuidade desta unidade da nossa categoria”, descreve Evandro, que assumiu seu 3º mandado na direção do Sindicato.

 

“Caso tenha alguma dúvida sobre a importância de ser um associado para fortalecer a sua proteção diante dos problemas na empresa, ou dúvidas como se sindicalizar, converse com um gráfico já sócio da sua empresa. Nós também estamos aqui para lhe informar sobre seus direitos e ajudar. Não fique calado diante das irregularidades de sua empresa contra você. Juntos, podemos nos proteger de todo o mal. Sindicalize-se”, diz Evandro.

 

O dirigente atua inclusive garantindo que a gráfica repasse a contribuição do sócio para o Sindgraf-PE de fato. A empresa não pode descontar mais de 1,5% da contribuição associativa do gráfico na folha salarial do mês. E tem a obrigação de repassar para o sindicato se fortalecer e continuar na luta em defesa dos direitos, salário e condições de trabalho da categoria. Evandro ainda começará a visitar os gráficos nas empresas para convidá-los a se sindicalizarem. “Proteja quem lhe defende. Agora é nós”, convida.

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *