(81) 3222.5390
Em 5 de agosto de 2022 - às 17:02

Em um único dia, Sindgraf-PE garante aposentadoria de gráfico sem emprego há 23 anos

No mesmo dia em que procurou o Sindgraf-PE, na última quinta-feira (28), um experiente gráfico da antiga Amália não só recebeu total assistência da entidade junto ao INSS, como modificou seu pensamento de um sonho distante para a esperança de que seria aposentado mesmo com o último emprego em 1998, muitos anos antes da reforma previdenciária de Bolsonaro

A aposentadoria por idade é um dos direitos da Previdência que também sofreu malefícios com mudanças na lei promovidas pelo desgoverno em 13 de novembro de 2019 – no primeiro ano da presidência de Bolsonaro. Muitos gráficos têm inclusive deixado de se aposentar. Um deles, por sinal, estava há muitos anos sem conseguir. Mas, felizmente, após procurar o Sindgraf-PE na última quinta-feira (28), saiu de lá com muita esperança. Mais do que isso. No mesmo dia, mediante toda a assistência sindical ao trabalhador, inclusive junto ao INSS, foi então concedida a sua aposentadoria, visto que já havia cumprido todos os requisitos de tempo de serviço, de contribuições, mesmo desempregado, e de idade de vida.

 

“Embora esteja fora de gráficas há décadas, bem como desempregado, apesar disso, é um profissional gráfico e têm direitos dos quais não vamos abrir mão. Provamos isso ao INSS com documentos necessários, sendo todos anexados na plataforma digital na autarquia previdenciária. Não tem nada a ver se estava desempregado há 23 anos, mas as exigências foram cumpridas e a lei tinha que ser respeitada, como atuamos para ser”, fala Iraquitan da Silva, presidente do Sindgraf, que atuou no caso diretamente.  

 

O gráfico agora aposentado por idade, Waldir Lima, com 65 anos, já tinha mais de 15 anos de contribuição ao INSS desde 1998. Na verdade, tinha quase 18 anos na época. “Mas se tivesse começado a contribuir depois da reforma previdenciária de Bolsonaro, não conseguiria a aposentadoria, pois a lei mudou e passou a ser preciso 20 anos de contribuição para todo trabalhador homem. Esse foi um de vários prejuízos criados pela reforma desde 13 de novembro/19. Estamos atentos e reduzimos tais efeitos sempre que possível e enquanto a classe mantiver o sindicato ativo”, diz Iraquitan. O Sindgraf garante luta. O gráfico garante o sindicato. SINDICALIZE-SE!

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *