(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 13 de fevereiro de 2019 - às 8:16

Empresa inicia visita nas gráficas para oferecer benefícios por R$ 1

Os benefícios pelo baixo custo são possíveis pode conta do avanço na nova convenção coletiva através do plano de vida coletivo e opcional. Sindicalize-se para manter o Sindgraf forte em sua defesa. Agora é Nós

Nesta semana, uma empresa responsável por um plano de vida coletivo para os(as) trabalhadores gráficos(as), conforme define a cláusula 15º da convenção da categoria (CCT), começou a oferece-lo pelas gráficas em PE. O Sindicato obreiro (Sindgraf-PE) lembra que a gráfica que aderir ao plano coletivo não pode cobrar do trabalhador mais de R$ 1 mensal, bem como não pode obrigá-lo a aderir. A última palavra será do empregado. E aquele que não aceitar, continua no direito de receber o auxílio funeral no valor de dois salários mínimos, sem pagar nada por este direito coletivo.

 

Já o plano de vida coletivo, pelo custo máximo de R$ 1 mensal ao gráfico e o restante pago pela empresa, garante um valor de R$ 3 mil em caso de morte e mais até R$ 2.160 para ajudar a família no sepultamento do trabalhador. Ainda garante os R$ 3 mil sem precisar morrer. É garantido em caso de acidente de trabalho, independente do local sofrido. Tem a mesma garantia com a invalidez funcional permanente diante de doença laboral ou não, e ainda recebe por invalidez permanente total ou parcial.

 

Também será distribuído uma cesta de alimentos definidos com 50 quilos. Uma lista com o gênero alimentício com sua quantidade e qualidade estão detalhadas na convenção, devendo a empresa segui-la restritamente. O dirigente aproveita para convidar trabalhadores(as) ainda não sócios para a entidade sindical para sindicalizem e fortalecem o sindicato para manter a luta em defesa da classe. Denuncie qualquer problema. Sindicalize-se!

 

O(a) trabalhador(a) que optar pelo plano de vida coletivo pelo custo de R$ 1 mensal tem mais benefícios para si e para toda a sua família. “Todos terão direito ao apoio de assistente social, psicólogo e nutricionista. O serviço pode ser usado toda vez que precisar de amparo na resolução de problemas diversos na ordem pessoal, familiar e profissional. Não há restrição na quantia de consultas, exceto a assistência psicológica, de 20 vezes por problemas”, diz Iraquitan da Silva, presidente do Sindgraf-PE.

 

Outra novidade dessa cláusula da convenção é a garantia de um quite de produtos para as mulheres gestantes e os seus filhos quando nascerem. O plano de vida coletivo das empresas precisa garantir a cesta natalidade para mãe e uma outra para a criança. “No kit para a mão deve ter diversos produtos alimentícios específicos e balanceados nutricionalmente. Já no kit bebê, vários gêneros de higiene e característicos para crianças recém-nascidas”, conta Iraquitan da Silva, presidente do Sindgraf-PE.

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *