(81) 3222.5390
Em 21 de dezembro de 2020 - às 6:09

Gráficas já deveriam ter pago o 13º salário. Denuncie ao Sindgraf-PE

Se não recebeu a 2ª parcela do 13º salário, denuncie ao Sindgraf-PE pelo whats 9.8468-9091. O prazo para a gráfica pagá-lo terminou ontem (20). Denuncie também se o patrão baixou o valor porque você teve redução de jornada e salário. Isso é proibido. Só pode em caso de suspensão de contrato. Em caso de dúvida, procure o sindicato pelo número 3222.5390. É preciso informar o nome da empresa, endereço e o CNPJ da mesma. O Sindgraf-PE montou um grupo de trabalho especial para estes casos.

Desde ontem, dia 20 de dezembro, toda gráfica já deveria ter pago o 13º salário dos seus trabalhadores, conforme a legislação trabalhista. Ontem encerrou o prazo para a quitação da 2ª parcela. A primeira acabou em 30 de novembro. A Lei do Gráfico (Convenção Coletiva de Trabalho) diz inclusive que a primeira parcela, nunca no valor inferior a 50% do salário, deve ser paga nas férias do trabalhador, se for entre janeiro e novembro. De todo modo, se ainda não recebeu a 1ª nem a 2ª parcela do 13º, deve contar ao Sindicato da classe (Sindgraf-PE) que tomará as providências.  

 

“A partir de hoje, montamos uma equipe especial para atender tais casos. O trabalhador, se preferir denunciar sem a necessidade de ir ao sindicato na rua do Veiga, 201, Santo Amaro, Recife, pode fazer através do telefone pelo número 3222.5390, ou mesmo por meio do WhatsApp 9.8468-9091”, orienta Iraquitan da Silva, presidente do Sindicato dos Gráficos no Estado. O Sindgraf informará a irregularidade para a Superintendência Regional do Trabalho em Pernambuco (SRTE), sem revelar o nome do trabalhador, com o objetivo de que a empresa seja acionada para cumprir a legislação, ou seja, para que pague a gratificação natalina (13º salário).

 

O gráfico que estava em auxílio-doença por até seis meses e o valor deste benefício previdenciário seja menor que o seu salário quando trabalhava na gráfica, tem o direito a receber uma complementação do 13º salário, correspondente a essa diferença entre o auxílio e o seu salário. O direito consta na Lei do Gráfico, exatamente na sua cláusula décima terceira. Denuncie também ao sindicato se não receber.

 

O Sindgraf-PE também chama a atenção para o valor do 13º salário pago ao trabalhador que teve redução de jornada e de salário frente à pandemia. O patrão não pode reduzir o valor do 13º. A redução, entretanto, é permitida por Bolsonaro, no caso de suspensão de contrato. O valor é calculado com base no número de meses trabalhados no ano a partir de 15 dias no mês. Só recebe o 13º com valor cheio se laborou 12 meses do ano. Em caso de dúvida, procure o sindicato pela defesa da sua vida, emprego e renda. O Sindgraf garante luta. O gráfico garante o sindicato. SINDICALIZEM-SE! 

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *