(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 15 de fevereiro de 2019 - às 9:13

Gráficas Raiz e WR na mira do Sindgraf e auditores federais outra vez

Em apenas uma semana, empresas estão convocadas pela segunda vez diante de várias falhas nos direitos básicos dos gráficos, como no salário

Na quinta-feira da próxima semana, as gráficas Raiz e WR terão de se explicar ao Sindicato de Profissionais da classe (Sindgraf-PE) e auditores federais do Trabalho sobre diversas irregularidades e atrasos nos direitos dos trabalhadores. A Raiz precisará resolver os atrasos salarial e até vale-transporte, entre outras pendências. Já a WR precisará regularizar o valor do salário que ainda não foi reajustado desde outubro do ano passado. O sindicato cobra a atualização do valor e o pagamento da diferença salarial ao longo do período. Ambas as gráficas ainda possuem mais problemas.

 

Nesta semana, a Raiz foi inclusive questionada por uma auditora fiscal do Trabalho sobre a não apresentação de solução na primeira reunião com o Sindgraf-PE. Além dos atrasos salariais e do vale-transporte, a empresa ainda tem prejudicado o pagamento das férias de seus empregados. Não tem pago as férias dois dias antes do gozo como determina a legislação. Também não tem recolhido o FGTS dos seus trabalhadores, como define a lei. “Portanto, a Raiz está fora da lei e precisa se adequar ou enfrentar os rigores da lei”, antecipa Iraquitan da Silva, presidente do Sindgraf-PE.

 

O representante da empresa, por sua vez, informou que esses problemas não são uma prática da Rais, mas adiantou que estudará uma forma para encontrar uma resolução e negociar com o Sindicato. “A solução deve ser dada na próxima quinta durante a 2º reunião comigo e com o auditor fiscal do Trabalho”, diz Iraquitan, que convida os gráficos dessa empresa para se sindicalizem e fortalecerem o Sindgraf-PE de modo a continuar a luta.

 

E a luta não para. O Sindgraf continuar cada vez mais sendo requisitado pela categoria diante do crescimento de irregularidades patronais sobre os direitos mais que consolidados. Tanto é que logo após a reunião com a gráfica Raiz, já tem outra agenda, agora com a gráfica WR, para cobrar o aumento do salário dos trabalhadores, negados desde outubro de 2018, mesmo sendo um direito consolidado pela convenção coletiva de trabalho da classe. Portanto, o sindicato nunca foi tão importante para defender os gráficos. Assim, sindicalize-se para se proteger através do sindicato forte.

 

No caso da gráfica WR, além de cobrar a atualização do valor do salário dos profissionais e o pagamento da diferente salarial dos últimos meses, o Sindgraf-PE buscará proteger ainda o FGTS e o INSS desses gráficos. A empresa simplesmente deixou de fazer o depósito do FGTS de todos e não faz mais o recolhimento do INSS, complicando a futura aposentadoria deles. Logo, Iraquitan cobrará o respectivo pagamento de cada centavo.

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *