(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 9 de julho de 2018 - às 7:27

Gráficos modernizarão o sindicato para sobrevivência da categoria

Assembleia será realizada neste sábado (14) às 9h no Sindgraf-PE onde atualizarão estatuto da entidade e poderão incluir mais direitos coletivos

Para a continuidade dos empregos, direitos, condições laborais, salários e sobretudo da identidade dos trabalhadores enquanto gráficos (uma das primeiras classes de assalariados no país), a categoria participará de uma histórica assembleia neste sábado (14) para a atualização do quase centenário estatuto da sua entidade de classe em Pernambuco. A modernização deste instrumento legal de luta do órgão é indispensável para a manutenção da organização dos gráficos de modo a proteger os profissionais diante do radical avanço tecnológico do setor e sobretudo contra as mudanças negativas na lei do trabalho de Temer e aliados. Os gráficos também decidirão sobre a inclusão imediata de um novo direito referente ao seguro de vida e benefícios para o filho da mulher gráfica.

 

Diante de tantas e amplas transformações tecnológicas nas indústrias gráficas em poucas décadas, embora que tudo continue relacionado à impressão, pré-impressão e ao acabamento gráfico no papel e em mais tipos de materiais, os trabalhadores continuam sendo indispensáveis no resultado final da produção. “Os gráficos não são meros apertadores de botão ou robôs. Foram, são e continuarão sendo profissionais de técnica apurada e apoiada na tecnologia. Mas, como sempre foi, é e assim será, só serão valorizados se juntos e organizados em torno do seu sindicato”, diz Iraquitan da Silva, presidente do Sindicato da categoria no Estado.

 

Assim, a organização da categoria em Pernambuco precisará continuar firme e sempre na unidade da luta, como se mantêm até os dias de hoje e foi em todo o seu passado desde a fundação da União Tipographica no ano de 1891, em Recife, até chegar na criação oficial do Sindgraf-PE em 1934, período este que remota ao estatuto ainda válido da entidade, sendo necessário atualizá-lo agora para poder continuar enfrentando os novos tempos e desafios em defesa dos interesses dos trabalhadores.

 

Logo, todos os trabalhadores das gráficas convencionais e jornais e das demais empresas das indústrias gráficas, a exemplo dos segmentos de embalagens impressas e gráficas rápidas e digitais, devem participar da assembleia no sábado às 9h no Sindgraf para decidirem sobre o novo estatuto da entidade, depois de 84 anos de história. Diante da atrasada nova lei do trabalho de Temer e de todo avanço tecnológico no período, a modernização do estatuto é vital para manutenção da organização dos gráficos através da sua representação de classe e consequentemente a unidade e a mobilização da categoria para a garantia de seus empregos, direitos, condições laborais e sobretudo a identidade da classe gráfica. Participem. Juntos, continuaremos sendo mais fortes. Viva os Gráficos!

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *