(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 2 de agosto de 2019 - às 9:48

INSS dificulta pedido de aposentadoria e Sindgraf inicia novo serviço

Atendimento do INSS exclusivo pela internet ou pelo 135 restringe pedido de aposentadoria dos gráficos, que terão assistência sindical no processo

Toda sexta-feira, a partir de hoje, o Sindicato dos Gráficos (Sindgraf-PE) lança o serviço de assistência do trabalhador que esteja com dificuldades para realizar/completar seu pedido oficial de aposentadoria junto ao INSS. O presidente da entidade, Iraquitan da Silva, vai fazer junto com o gráfico a solicitação da aposentadoria via a internet e/ou fone (135) da autarquia. O novo serviço tornou indispensável depois que o próprio Iraquitan tentou auxiliar um trabalhador e percebeu que o procedimento exclusivamente digital do INSS, seja pelo telemarketing do 135, ou via internet, dificulta bastante a conclusão da solicitação e o envio do número do requerimento.

 

“Eu tive grandes dificuldades para ajudar em um pedido de aposentadoria especial, pois o telemarketing do INSS quando não diz que o sistema caiu, apesar de toda a espera, não direciona tudo para como se fosse o pedido de aposentadoria por tempo comum, ou lhe induz a aceitar que somente seja dado entrada futuramente. Também tive muita dificuldade para obter a conclusão do pedido de outra aposentadoria por tempo de serviço com alguns anos de serviço insalubre. Imagine muito de nossos companheiros que não precisam conhecer das leis previdenciárias?”, pensou Iraquitan quando logo decidiu criar o novo serviço para ajudar o gráfico nesta hora.

 

O pedido no INSS de aposentadoria, seja especial ou não, ficou exclusivo por fone (135) ou pela internet. E, só depois de concluída tal solicitação, o gráfico pode acompanhar o processo na agência física, se assim optar.  A autarquia passou por grandes mudanças na forma deste atendimento, iniciada pelo governo Temer e amplificado agora pelo Bolsonaro, defensor do fim da aposentadoria especial do gráfico. “Logo, quem tiver problemas para realizar seu pedido de aposentadoria especial ou comum, lembrando de pedir o número do requerimento dessa solicitação, sem isso nada vale para a lei, pode vir aqui toda sexta que faremos isso juntos”, diz Iraquitan.

 

O Sindgraf-PE alerta que se a solicitação não for concluída de forma certa e se também não tiver o número do requerimento de tal pedido finalizado, a entidade sequer poderá entrar depois na Justiça para fazer valer o seu direito. “E, quanto mais o tempo passa, a reforma da Previdência poderá ser aprovada e destruir as regras da aposentadoria especial e comum, o que deixará muitos gráficos de fora, mesmo estes tendo o direito agora, mas dificultado diante do pedido agora exclusivo pelo INSS Virtual”, conta.

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *