(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 31 de julho de 2020 - às 6:51

Mais gráficos morrem por Covid-19 e Sindgraf-PE alerta trabalhador

Esta semana morreu mais um gráfico no Brasil por conta da pandemia e pelo desgoverno incapaz de proteger a vida da classe trabalhadora, que continua exposta ao coronavírus com a volta do comércio frente à farsa do ‘novo normal’, uma vez que não há nada de normal com 90 mil óbitos

Com mais de mil mortes diárias há semanas no Brasil, o desgoverno de Bolsonaro para controlar a pandemia matou 90 mil brasileiros, sendo 6,5 mil pernambucanos, grande parte de trabalhadores contaminados após reabertura das atividades por decisão de governadores em sintonia com o presidente. Nesta semana, revoltantemente, morreu de covid o gráfico João Baptista. Ele continuava operando máquinas na editora Alterosa, em MG. O Sindgraf-PE se solidariza com sua família. E a entidade alerta todo gráfico pernambucano para o risco de ocorrer também no estado. Isto porque a taxa de contágio do coronavírus voltou a subir e muito em PE, segundo o Instituto para Redução de Riscos e Desastres do Estado.

 

“Pense que a taxa de contágio é o seu salário. Agora imagine o aumento salarial diário de 22%. É muito ou pouco? Portanto, não há ‘novo normal’ se a transmissão do vírus está descontrolada, matando mil pessoas por dia, em média”, alerta Iraquitan da Silva. A comparação do sindicato tem como base uma pesquisa recente do Instituto para Redução de Riscos e Desastres de Pernambuco (IRRD). Na mídia, o coordenador do Instituto, Jonas Albuquerque, disse que a taxa voltou a crescer, “e muito”, em PE desde o último mês, quando houve a flexibilização do isolamento social.  O pesquisador garantiu que a taxa oscila a cada dia e é como se fossem juros: como se tivesse uns 22% de juros ao dia. “É muita coisa”, realçou.

 

Logo, já que o governo federal insiste na política que obriga os gráficos e demais categorias a trabalharem, mesmo diante desta transmissão do vírus, ao invés dele bancar a folha salarial das empresas, como fizeram diversos países, mantendo a classe trabalhadora em isolamento social, o Sindgraf-PE orienta toda a categoria para o risco de se contaminarem. “O coronavírus não acabou, pelo contrário, agora que tem matado mais. Todo cuidado é pouco. Não tem essa de novo normal. Se ligue”, realça.

 

A sede do Sindgraf-PE voltou inclusive a funcionar com a reabertura das atividades comerciais, autorizadas pelo governo estadual. Porém, todas as medidas sanitárias e de não aglomeração de pessoas ocorrem por lá. O sindicato cobra inclusive tais medidas de todas as gráficas. “Se não tiver o uso de máscara e de álcool; se não tiver redução de aglomeração e se não estiver sendo aplicado as demais medidas para a garantia da sua saúde e segurança na sua empresa, sindicalize-se e denuncie para gente atuar. O sigilo é garantido”, diz Iraquitan. Denúncias podem ser feitas no 3222.5390 ou 98468.9091), ou no e-mail comunica@sindgraf-pe.org.br.

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *