(81) 3222.5390
Em 12 de novembro de 2021 - às 10:23

Gráficos de PE conquistam o maior reajuste salarial da classe no Brasil e garantem comida na mesa da família

No final do mês, serão quase R$ 300 a mais para quem recebe o piso de ingresso e valores ainda maiores para os gráficos das demais faixas salariais. O Sindgraf-PE garantiu a luta e conquistou os resultados pela luta. Agora é a hora de todo gráfico fortalecer o Sindgraf, filiando-se e contribuindo com somente a partir de R$ 23 mensal - um valor bem inferior ao conquistado para toda a categoria pelo sindicato e assim os gráficos manterão a unidade na luta pela vida, emprego, renda e comida na mesa

As cinco mil famílias dos gráficos empregados nas empresas em PE conseguiram encontrar pela luta uma forma para enfrentar o alto custo de vida e assim garantirem a comida na mesa por mais um ano, conforme foi exposto na assembleia da classe no Sindgraf nesta quinta-feira (11). Isso porque, apesar da difícil situação econômica, somente graças à luta sindical, toda a categoria acaba de conquistar o maior reajuste salarial dos gráficos brasileiros. O aumento chegou a 10,78% e retroativo ao mês de outubro, que é a data-base da categoria no estado.

 

Por conta dessa luta e conquista sindical, além do reajuste ter que ser feito já no fim de novembro, todos os gráficos também receberão mais a diferença salarial do último mês. Assim, no total, serão quase R$ 300 a mais para quem recebe o piso de ingresso e valores maiores para os das demais faixas salariais. Agora chegou a hora do gráfico fortalecer o Sindgraf, filiando-se por menos de R$ 25 – valor menor ao conquistado para toda a categoria pelo sindicato para assim manter a entidade na luta.

 

Os quase R$ 300 a mais de uma vez no fim deste mês para quem ganha o piso de ingresso só é possível por causa da luta do Sindgraf-PE pela recuperação da massa salarial. Esse é o resultado diante do aumento de 10,78% e retroativo a outubro. O piso de ingresso subiu R$ 149,81. Passou de R$ 1.389,79 para R$ 1.539,60. No caso do impressor quatro cores que recebe um outro piso maior, ganhará quase R$ 500 a mais no fim do mês, devido à alta do seu piso que saiu de R$ 2.261,87 para R$ 2.505,69. Teve um acréscimo exato de R$ 243,82.

 

O FGTS, 13° salário, férias e demais direitos, como a hora-extra, adicional noturno e muito mais também terão o reajuste de 10,78%. O Sindgraf-PE garantiu mesmo a luta como disse que faria pela comida na mesa da família da classe. E o fez ao garantir um aumento salarial, sendo ainda maior de acordo com cada faixa salarial do trabalhador. VIVA OS GRÁFICOS!!! O Sindgraf-PE garante a luta. Os gráficos garantem o Sindicato. SINDICALIZE-SE

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *