(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 20 de abril de 2018 - às 10:26

Sindgraf-PE busca e garante adicional de insalubridade para mais gráficos

Após enquadrar como gráficos, o Sindicato da categoria em Pernambuco (Sindgraf-PE) também costuma ir atrás de mais direitos para os trabalhadores. É isso que está acontecendo agora com os gráficos da Ediniz, em Camaragibe, e da Plasticor, em Recife. A entidade entrou em uma luta judicial para reconhecer para estes profissionais o direito de também receberem adicional de insalubridade diante das condições laborais prejudiciais à saúde em que são submetidos. Os processos estão em andamento. Caso se confirmem, como já ocorreu a pouco tempo para o restante dos gráficos do jornal DiárioPE e também para muitos da gráfica IGB/Embrasa, esses trabalhadores também passarão a receber um dinheiro extra todo mês. Além disso, cada tempo de trabalho insalubre será reconhecido e contabilizado para que possam se aposentar com menos anos através da aposentadoria especial (25 anos de trabalho insalubre).

 

“Mais ações neste mesmo sentido já avançam em defesa dos gráficos do Jornal do Commercio. Está bem próximo da conclusão. Também temos outro processo coletivo em favor dos gráficos do Jornal FolhaPE. Está faltando apenas acontecer a perícia técnica no local”, conta Iraquitan da Silva, presidente do Sindgraf-PE. A entidade sindical também já entrou com outra ação coletiva em defesa dos gráficos da empresa Brasileira, que pertence a Brascolor. Já houve inclusive perícia. Falta apenas a sentença judicial. Deve sair em breve!

 

Iraquitan aproveita para orientar toca a categoria que ainda não recebe insalubridade, mas acredita que o local de trabalho é insalubre: “Devem procurar o sindicato”. Ele lembra que a sindicalização é necessária para este tipo de ação judicial porque há juízes que só aceitam julgar os processos quando os representados pelo sindicato são sócios à entidade. Iraquitan explica que tal posição existe porque muitos juízes entendem que se o trabalhador não apoia o sindicato, não deve ser beneficiário de ações do sindicato em sua defesa.

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *