(81) 3222.5390 - 3221.3099
Em 20 de março de 2020 - às 10:22

Sindicato passa atender gráficos só por fone/zap a partir de 2ª feira

PE é um dos poucos estados do país onde a transmissão do Coronavírus já é comunitária. O governador inclusive mandou fechar shoppings e mais comércios. O isolamento social é crucial para evitar caos maior. A fim de frear o avanço da doença, mas sem deixar os gráficos desamparadas, o sindicato manterá o atendimento de quem precisar exclusivo por fone/zap

A partir de segunda-feira (23), diante do agravamento do coronavírus em Pernambuco, onde não se sabe mais quem é o transmissor da doença, o isolamento social é a única forma de proteção para conter o avanço deste mal invisível. Deste modo, a fim de preservar a saúde dos trabalhadores, o Sindicato dos Gráficos decidiu restringir a circulação de pessoas dentro da entidade. Mas o atendimento dos gráficos continuará sendo realizado rigorosamente de 2ª à sexta, das 8h às 18h. Iraquitan da Silva, presidente do órgão, estará à disposição de todos através do fone/zap (98468 9091).

 

“As portas do Sindgraf estarão fechadas, mas o atendimento continua a todos os trabalhadores que precisem de orientação de qualquer ordem”, garante Iraquitan. A decisão do fechamento da sede é necessária diante do crescimento dos casos confirmados de Coronavírus em Pernambuco, e, sobretudo depois que a transmissão dessa doença perdeu o controle, ou seja, quando não há a possibilidade de saber a origem da contaminação. Não à toa que o governador já mandou fechar até shoppings e comércios.

 

Esse tipo de transmissão comunitária também cresce pelo Brasil. Já chegou em Santa Catarina (sul do estado), Rio Grande do Sul (capital), Minas Gerais (capital), Rio de Janeiro (capital) e São Paulo (estado). Nestes dois últimos já morreram sete pessoas de Coronavírus. “Precisamos nos proteger e a todos os trabalhadores. Vamos inclusive recomendar que todas as gráficas parem a produção, se possível, e garantem licença remunerada e/ou férias coletivas para todos os profissionais, da produção ao setor administrativo. É preciso que todos estejam em isolamento”, defende Iraquitan o bom senso.

[+ Informe Diário]

Uma resposta para “Sindicato passa atender gráficos só por fone/zap a partir de 2ª feira”

  1. Rafaela Novais disse:

    Gostaria de fazer uma denúncia: A gráfica e editora liceu, empresa que não cuida da proteção dos funcionários de contra o vírus, não foi colocado álcool gel em nem uma parte da gráfica, tem funcionário com suspeita e patrões em quarentena, por ter um família com suspeita, mesmo diante dessa situação do vírus, elas vão permanecer com a gráfica aberta, segunda-feira 23 de Março permanece funcionando normalmente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *