(81) 3222.5390
Em 1 de setembro de 2021 - às 9:28

Provisual reduz 46% da renda de gráfico e governo ainda eleva queda, mas Sindgraf-PE reage

O trabalhador recorreu ao Sindgraf-PE que já entrou em ação e o pagamento da diferença será feito no próximo dia 7. Seja um gráfico sindicalizado para manter o seu sindicato na luta sempre que preciso. O Sindgraf-PE garante a luta. O gráfico garante o sindicato. SINDICALIZE-SE

Ao invés da proteção ao emprego ou ao trabalhador, Bolsonaro insiste em medidas para a redução salarial através da permissão da suspensão do trabalho pelo patrão e com o pagamento feito pelo benefício (BEm) baseado no valor do Seguro-Desemprego. Por conta disso, desde junho, têm muitos gráficos no Brasil se virando como podem para sobreviver. Um deles é um trabalhador da Provisual, mesmo sem ter assinado nada e sem o aval sindical. A queda na sua renda tem sido de 46% mensal. E só não é maior porque o sindicato acaba de agir contra erro do governo.

 

“Essa medida governamental gera uma radical redução salarial. Quanto maior a renda, menos o gráfico recebe proporcionalmente. Além disso, a empresa ou até mesmo o governo pode errar quando informa os dados do gráfico, reduzindo ainda mais seu benefício mensal”, diz Iraquitan da Silva, presidente do Sindgraf-PE.

 

A Provisual, por exemplo, suspendeu o contrato de trabalho de quem não poderia sem ter o aval sindical. Com isso, provocou uma queda de quase 46% na renda mensal do trabalhador. E o governo ainda depositou menos, elevando a falta de dinheiro para sustentar a família. O gráfico não conseguiu nenhuma solução por parte da sua empresa. E, mesmo ainda não sendo associado, ele recorreu ao Sindgraf, uma vez que a entidade já corrigiu o problema de outros gráficos sindicalizados.

 

“Acionamos a Superintendência Federal do Trabalho do nosso Estado e confirmaram o déficit de R$ 571,93 no pagamento feito no mês passado. Felizmente, não por iniciativa da ProVisual ou do governo federal que criou a medida diabólica e ainda provocou o referido erro, conseguimos reverter o problema e o trabalhador deverá receber essa diferença já no próximo dia 7 em sua conta poupança”, diz Iraquitan.

 

O Sindgraf-PE também se preocupou em agir para evitar novas falhas e confirmou que o trabalhador recebeu a 3ª parcela do BEm na segunda-feira (30). O caso na Provisual mostra para a classe trabalhadora duas situações que podem e devem ser evitadas pela simples atitude do trabalhador. Primeiro, não vote em quem não tem compromisso com trabalhadores.

 

O governo recriou o Ministério do Trabalho depois de Bolsonaro acabar com a pasta no seu primeiro decreto como presidente em 2019. Mas de que vale recriá-lo se o desemprego bate recorde e não se tem medida para proteger o trabalhador? Será preciso eleger outro presidente que volte a olhar para os trabalhadores.

 

Segundo dica, seja um sindicalizado para manter o seu sindicato de pé e à ordem sempre quando for preciso. O Sindgraf-PE garante luta. O gráfico garante o sindicato. SINDICALIZE-SE!

[+ Informe Diário]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Responda: *